Momento Sociedade #48: Auxílio Emergencial evidenciou desigualdade abissal do Brasil

8:51
 
シェア
 

Manage episode 269894769 series 2733261
著作 Jornal da USP の情報はPlayer FM及びコミュニティによって発見されました。著作権は出版社によって所持されます。そして、番組のオーディオは、その出版社のサーバから直接にストリーミングされます。Player FMで購読ボタンをタップし、更新できて、または他のポッドキャストアプリにフィードのURLを貼り付けます。

O novo episódio do Momento Sociedade destaca o auxílio emergencial usado pela maioria dos beneficiários brasileiros principalmente para comprar alimentos. A constatação veio após pesquisa do Instituto Datafolha, feita nos dias 11 e 12 de agosto, com 2.065 pessoas. Entrevistados por telefone, 53% afirmaram usar os R$ 600 para alimentação, 25% para pagar contas, 16% para despesas domésticas e 1% para comprar itens essenciais para o combate à pandemia (álcool em gel, máscaras, etc).

“Temos no Brasil uma desigualdade abissal, inaceitável. Um país rico, a 10ª maior economia do mundo. […] É um país que poderia dar uma qualidade de vida melhor para boa parte da população que está na linha da pobreza e extrema pobreza”, lamenta José Luiz Portella, doutor em História Econômica pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP.

Para Portella, os dados da pesquisa Datafolha, e de outros institutos que medem, inclusive, a popularidade do presidente da República, mostram uma desmistificação: “Não é esse ou aquele líder o detentor de tal eleitorado, é quem consegue fazer o dinheiro chegar na ponta”. Ele acredita que o risco disso tudo é que o País caia no “populismo econômico” e na negação dessa desigualdade. Segundo ele, proposto pela oposição, o auxílio emergencial evidenciou a dimensão de uma desigualdade que era até mesmo ignorada. “O Brasil não queria ver isso e agora isso está vindo à tona”, afirma.

O atual auxílio emergencial pode ser uma oportunidade de o governo Bolsonaro deixar sua marca. A própria proposta de um novo programa social, que incluiria o Bolsa Família, nomeado de Renda Brasil, oferece fortes indícios para isso ao criar uma política pública de alto impacto. Mas, como lembra Portella, ninguém sabe o que é o Renda Brasil e observa com cautela a austeridade que querem colocar neste momento difícil que o País passa. “Você não vai sair de uma situação de pobreza em três ou quatro anos. No Brasil é um imediatismo absurdo, tudo tem que se resolver de uma vez e ter um salvador da pátria, não é assim.”

Ouça o episódio completo no player acima.


Momento Sociedade
O Momento Sociedade vai ao ar na Rádio USP todas as segundas-feiras, às 8h30 – São Paulo 93,7 MHz e Ribeirão Preto 107,9 MHz e também nos principais agregadores de podcast

.

58 つのエピソード